O que te Move te Comove?
18/01/2018 - 21h26 em Editorial

Já pararam para pensar na loucura que é nossa vida nesse mundo cheio de notícias bombásticas, crises e preconceitos? Os compromissos movem seu corpo para lugares e tarefas indesejáveis e as más notícias te movem para baixo. As necessidades te movem para caminhos que muitas vezes não são os escolhidos.

Mas como bons forrozeiros que somos, inserimos a dança e a música em nossa “agenda de compromissos” e decidimos despejar as energias ruins naquele forró que nos leva para uma dimensão que no fundo, gostaríamos de viver sempre.

Tai um questionamento que me veio à cabeça hoje: em meio a todo o caos , conseguimos  ceder um momento da nossa vida, para algo que nos faz encontrar  equilíbrio e  paz (e quando digo equilíbrio e paz, é porque acredito que, a música e a dança tem a capacidade de nos transportar para um universo melhor)?

O que te move te comove?  Podemos definir a dança e a música como momentos que nos tornam seres livres de amarras, capazes de se deixar conduzir e ser conduzido. É ter a liberdade de se envolver com o outro no mesmo compasso, confiando e sendo equipe. É a troca de energia de tudo aquilo que não nos agrega positivamente, por aquilo que nos torna capazes de sorrir e ser leve. É a capacidade de tornar um alguém triste em um alguém mais feliz, e muitas vezes, é o remédio mais saudável para nos livrar das depressões e doenças relacionadas. Além de nos proporcionar momentos incríveis, e nos dar a oportunidade de colecionar grandes amizades.  A dança e a música são verdadeiras lições de vida, provas concretas de que podemos sim nos mover por ela e nos comover com ela.

Agora pense, se você soltar o seu corpo, respirar fundo, se desconectar do mundo  e relaxar, o que lhe traria tranquilidade e uma alegria infinita? 

A cada evento do Forró Pé de Calçada que realizamos, me vejo na expectativa para que o GRANDE dia chegue logo e o evento aconteça. O mais louco de tudo isso, é que a cada evento, paro por alguns minutos e observo cada rosto ( desde aqueles que se mobilizam e preparam o espaço, a banda e o público), e consigo de fato entender o bem que “o forró – dança e música” nos faz. Vejo rostos sorrindo, olhos fechados e pessoas desconectadas do mundo e ligadas àquele momento.  

 

 

E vai muito além: dos velhos amigos aos novos, dos encontros aos reencontros, das parcerias ás paqueras,  das boas conversas sendo transformadas em família. E quando reforçamos que nosso lema é: TRATANDO DE UNIR O POVO, reforçamos o nosso amor por tudo isso, e nossa gratidão por torná-los mais leves e felizes, a partir de uma boa dança e aquela musiquinha boa que só nossa discotecagem e bandas conseguem nos oferecer.

 

 

 

 

 

 

Por isso, acima de tudo: DANCE e CANTE! Sorria e espante a tristeza, seja FELIZ

 

 

Patrícia Cruz 

Janeiro 2018

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!